Páginas

sábado, 30 de janeiro de 2016

Ana Hickmann será o Louvre da Vai-Vai, em homenagem à França na avenida

Há cinco anos como madrinha da Vai-Vai, Ana Hickmann terá um peso ainda maior neste Carnaval na agremiação: 1,86 m de altura ela virá representando o Museu do Louvre, um dos maiores e famosos museus do mundo. A escola do Bixiga fará uma grande homenagem à França com o enredo "Je Suis Vai-Vai, Bem-Vindos à França!" e promete transformar o sambódromo, nas palavras o chef Erick Jacquin, na Champs Élyisées, a mais famosa avenida do país.
A apresentadora do "Hoje em Dia", da Record, faz mistério sobre a fantasia, mas indica que pode ser uma grande colcha de retalhos, já que o Louvre tem obras mundialmente conhecidas de vários estilos, como a Mona Lisa e a Vênus de Milo. "Talvez tenha um pouco de tudo na minha fantasia. É muita informação. O importante é que só uma escola como a Vai-Vai poderia fazer uma homenagem grandiosa dessas aos franceses. Acompanho tudo e posso dizer que nossa escola estará linda e vai emocionar", diz Ana com os olhos brilhando. A loira ressalta que sua relação com a escola não é uma paixão de Carnaval, mas, sim, um amor verdadeiro.

"Só por muito amor uma pessoa leva o filho de 11 meses para comemorar o título do Carnaval! Como muitos sabem, nossa quadra fica na rua. Prometi que se a Vai-Vai ganhasse em 2015, eu e meu marido levaríamos o Alezinho (Alexandre Jr.) lá. Assim que saiu o resultado, nos jogamos no Bixiga. Algumas pessoas disseram que era loucura. Não foi, não. Foi e é amor mesmo, disse a apresentadora ao UOL Carnaval.

A loira afirmou que se envolve com a escola o ano todo. "Sou madrinha, me envolvo demais e com orgulho. Tenho um trabalho com as crianças da comunidade. Posso chamá-los para acompanhar um dos eventos que faço com as crianças na escola muito antes ou depois do Carnaval. É só marcar", completou.

Ana também tem uma relação carinhosa com o enredo da escola deste ano. Ela viveu na França por quase um ano na época em que trabalhava como modelo. "Morei lá em 1998 e foi um ano incrível. A França não é apenas o país da moda, é muita rica culturalmente e tem uma diversidade que poucos imaginam. É um local rico por muitos aspectos. No ano passado, a Vai-Vai ganhou o país ao falar da Elis e apresentar aquele samba-enredo inesquecível, mas creio que levaremos o troféu de novo agora. Vamos ganhar nos detalhes. Estamos preparados", disse, confiante, diante dos olhos atentos do cônsul francês, Damien Loras.

 Franceses juntos e misturados com o Bixiga

Assim como Ana Hickimann, Loras também está em um caso de amor com a escola. "Vou aos ensaios um dia e outro também." Para ele, a Vai-Vai está dando uma oportunidade imensa para seu país.

"Apenas a classe A do Brasil conhece a França, e queremos que todos conheçam um pouco do nosso país. A Vai-Vai é a escola do povo. O Carnaval é um dos mais famosos do Brasil. Logo, teremos nossa cultura ainda mais divulgada. Será uma forma democratizar o conhecimento sobre a França. A ideia não é apenas mostrar o lado tradicional, os pontos turísticos. Tudo isso estará representado, mas também estará o lado industrial e tecnológico. Nós levamos os carnavalescos da Vai-Vai para conhecer a França tradicional, mas também o lado mais moderno do país", conta.

No desfile da agremiação da Bela Vista não haverá uma ala de franceses: eles estarão espalhados, misturados com os integrantes da escola. Segundo a diretoria da Vai-Vai, serão pouco mais de 200 franceses na folia. "Algumas pessoas, acham que a França é um país de branquinhos. Não é isso. A França é um país colorido, miscigenado, misturado e muito diverso. É isso que a escola vai mostrar", afirma o cônsul, que tem o samba-enredo na ponta língua.

O samba-enredo da escola tem como introdução uma versão da famosa música "La Vie en Rose", mundialmente conhecida na voz da cantora Edith Piaf (1915-1963). Ela será cantada por Didi Gomes, a mesma que encantou o sambódromo ao entoar "Maria, Maria", de Milton Nascimento, e que ficou conhecida na voz de Elis Regina (1945-1982).

O chef de cozinha Érick Jacquin será um dos vários franceses que desfilarão na Vai-Vai. Radicado no país há 21 anos e conhecedor do Carnaval brasileiro, essa será primeira vez que o divertido jurado do "MasterChef", da Band, sairá na escola. "Adoro e já virei Bixiga. Sou Vai-Vai desde pequeno. Sou Vai-Vai, corintiano e brasileiro. Nesta ordem."

Para Jacquin, o Carnaval é uma festa que quebra barreiras. "O preconceito social é muito maior, na minha opinião, e o Carnaval é um momento em que essa barreira é quebrada. Não importa se é pobre ou rico. Todos se divertem. Eu amo". Ele ainda não sabe se vai desfilar no carro alegórico ou se estará no chão mesmo. "Queriam que eu fosse na frente da escola. Nunca. Não vou. Não seria correto. É a minha primeira vez. Só irei quando tiver uns dez anos de Vai-Vai. Escreve aí, ainda serei presidente da escola de samba da Vai-Vai", brinca. Mensagem de paz e longa parceria.

A ideia do enredo sobre a França surgiu porque a quadra da Vai-Vai fica perto do consulado francês. Alguns funcionários começaram a frequentar o local e até a desfilar. "A história da homenagem surgiu numa conversa de rua. Não será uma parceria apenas para este Carnaval. Será algo de longo prazo", afirma Loras. Alguns integrantes da comunidade, por exemplo, já ganharam bolsas de estudo na escola de idiomas Aliança Francesa.

Mais do que homenagear a França, a Vai-Vai quer fazer de seu desfile uma mensagem de paz. Por conta dos atentados ocorridos em novembro passado em Paris, a escola fez algumas adaptações do enredo. Por todo desfile, haverá mensagens que remetem à paz e à liberdade. O lema do país: liberdade, igualdade e fraternidade já estaria presente, mas após os atentados, a agremiação reforçou a ideia. "Já tínhamos feito a Torre Eiffel do abre-alas, porém decidimos pintá-la de branca, a cor da paz. Essa apenas uma das surpresas", contou a diretora de Carnaval Janaína Dicarli.

Em tempo, a Vai-Vai faz seu último ensaio técnico nesta sexta-feira no Anhembi. Para esta prévia do desfile, Ana Hickmann preparou um modelito de R$ 12 mil.



Fonte : UOL

0 comentários:

Postar um comentário