Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Ana Hickmann fala com a esposa de Shaolin !

O humorista Shaolin recebeu alta do Hospital das Clínicas de São Paulo na última sexta-feira (10) e voltou para sua casa, em Campina Grande, na Paraíba, após cinco meses internado devido a um grave acidente automobilístico no dia 18 de janeiro.

A mulher do humorista, Laudiceia Veloso, concedeu uma entrevista exclusiva ao programa comandado por Ana Hickmann, Tudo é Possível, da Record, neste domingo (19), e revelou passou por dias difíceis nos últimos cinco meses, mas a esperança sempre a motivou bastante:

“A cada dia tinha uma esperança positiva e a esperança da alta se aproximava sempre. Fiquei muito feliz [com a notícia da alta], não tem como explicar como me senti naquele momento, só pensei em sair de lá [do hospital] voltar pra casa. Os últimos dias foram esperançosos, foram dias difíceis, não foram dias muito bons. São dias que eu não gostaria de lembrar, mas foram de muito aprendizado, muita paciência e aprendi a conviver, a lidar com a situação. Ele [Shaolin] tem muita vontade de viver. Me sustentou todos os dias. E continua”, disse ela à apresentadora.

Laudiceia revelou ainda que, assim que foi informada da alta do marido, correu para contar sobre a novidade e ele expressou uma reação de felicidade. Por este motivo, a mulher do humorista acredita que a volta para casa seja um dos passos mais importantes da recuperação dele.

“Quando fiquei sabendo da alta contei para ele e notei uma expressão de felicidade. Eu vi uma expressão diferente nele, e devo muito à equipe médica, que é impecável. Não tenho como expressar a minha gratidão a eles. Desde o primeiro dia até o último, ou melhor, até hoje, pois ainda estamos em contato com os médicos”, falou ela, que contou também que seu marido reconheceu o lar, expressando felicidade: “Eu acho que ele reconheceu a casa, as pessoas também viram que ele estava feliz de voltar pra casa. Isso [voltar para casa] vai ajudá-lo a sair do coma [...] Ele fica dormindo de noite e já expressa alguns tipos de reações. Ele vira os olhos, presta atenção no que a gente está falando, reage aos toques, principalmente com os filhos, com a mãe dele. O fato de trazer pra casa é porque ele precisa de uma reabilitação em família, isso faz com que ele reaja muito mais”, revelou.

Mesmo não interagindo com as pessoas, Shaolin voltou para casa, com sua mulher e seus dois filhos, para acelerar o processo de recuperação, já que ele sempre reage aos estímulos familiares. Durante a entrevista, Ana Hickmann prometeu que vai à casa do humorista.



Confira os principais trechos da entrevista:



Reação mais significativa dos últimos meses:

“A reação mais significante nesses últimos dias foi quando chegamos aqui [em João Pessoa] na madrugada de sábado [11], foi quando estávamos conversando e ele expressou emoção por várias vezes. Ele ainda não consegue se comunicar com a gente, mas isso é questão de tempo. Ele reconhece vozes, ambiente, tem consciência do que está acontecendo com ele”.



Shaolin respira sem ajuda de aparelhos:

“Ele não depende de aparelho nenhum para respirar. Neurologicamente, ele responde só aos estímulos familiares e aos tratamentos neurológicos. Está reagindo e a saída do hospital foi extremamente importante pra ele. Ele está reagindo mais do que estava reagindo no HC”.



Não corre mais risco de amputação do braço:

“Está descartada a possibilidade de amputar o braço dele. Os médicos fizeram um trabalho incansável. Um trabalho árduo, dedicado da equipe, que salvou o braço dele”.



Alimentação e moradia:

“No momento ele está no quarto, preparado especialmente pra ele, estou na sala agora. A alimentação dele é por sonda, o processo cerebral dele é muito lento, ainda não tem condição, mas está trabalhando nisso pra que ele possa conseguir todas as funções”.



Emagrecimento:

“Quando ele estava na UTI emagreceu, mas depois foi reforçada a dieta dele e ele recuperou agora”.



Agradecimentos:

“Cada minuto é uma emoção diferente. Queria falar para todos os fãs e todos os amigos dele que ele está bem agora. Eu gostaria muito de agradecer esse público que torce por ele, que ora por ele. Às vezes não tenho como entrar na internet, porque meu tempo é dedicado à recuperação dele. Mas preciso agradecer à equipe do HC, que foi maravilhosa. Os médicos, enfermeiros, queria agradecer a todos eles, que me ajudaram muito. Tiveram muita paciência comigo e com a minha família. Agradeço muito e ele vai voltar para o palco e dar alegria para esse povo e retribuir todo esse carinho”.

0 comentários:

Postar um comentário