Páginas

quinta-feira, 10 de março de 2011

Ana Hickmann não se deixa abater

A bela Ana Hickmann mostrou ser muito guerreira quando atravessou a Sapucaí mesmo com uma tremenda dor decorrente de seu tombo. Na sexta-feira, 11, ela vai demonstrar um pouco mais dessa força!

Ana Hickmann não se incomodou com as dores decorrentes de seu tombo na avenida do samba carioca, quando desfilava pela Grande Rio. Guerreira e determinada, ela terminou a apresentação com muita dor e foi atendida por um médico ali mesmo no sambódromo.

Depois de despir a fantasia, Ana foi encaminhada para um especialista e veio o resultado: o que a loira sofreu foi um estiramento no tendão do joelho esquerdo. Por isso o comentário dela no Twitter, "". Mesmo assim, usando muletas, ela não perdeu a festa de comemoração do título da Vai-Vai, escola da qual ela foi madrinha de bateria.

E de acordo com sua assessoria de imprensa, Ana ainda usará muletas durante os próximos 15 dias e ficará apenas descansando. Com exceção feita à sexta-feira, quando ela sairá pela Vai-Vai no desfile da escola campeã. Dessa vez, em um dos carros alegóricos.

Como você está?
Ana Hickmann - Dolorida. Mas tô bem, tô inteira.

Todo mundo se assustou quando te viu cair.
Tinha muita água na avenida quando a Grande Rio [escola pela qual desfilou] entrou. Tanto que meu primeiro tombo foi logo no comecinho da avenida. Pensei: "Quer saber de uma coisa? Vou tirar a bota, não vou me machucar". Aí senti segurança e pulei igual a uma maluca, né? Acabei tomando mais um tombo quase no finalzinho.

No que pensou?
Foi tudo tão rápido! Levantei a perna para fazer o giro e quando tentei botar o pé no chão, acabei caindo. Caramba, parecia que eu estava fazendo flexão no chão, deitei literalmente no chão. O único reflexo foi o de proteger o rosto. Coloquei os dois braços na frente. Por isso bati o cotovelo e acabei batendo com mais força o joelho e a bacia. Doeu bastante.

E o peso da fantasia?
Eu escutei tanta bobagem! "Ah, ela é muito grande, a fantasia é pesada, por isso ela caiu." Não foi nada disso. Sabe que a minha fantasia não era pesada? A gente montou um corset que prendia todas as plumas nas minhas costas. O peso estava distribuído por todo o meu corpo. Foi o que me protegeu ali na hora. Com a quantidade de chuva, infelizmente aconteceu. Foi um acidente. Podia ser com qualquer pessoa. Não tenho do que me culpar. Escorreguei e ponto.

E o susto?
O que mais me assustou foi o rosto de todo mundo na hora em que levantei. "Será que quebrei alguma coisa e não tô percebendo?". Quando vi que não tinha nada rasgado, quebrado, e no que fiquei em pé, pensei: "Vou até o fim". O corpo tá quente, cê vai na adrenalina, cê vai na emoção: "Ah, quero terminar".

E depois?
Foi muito saco de gelo, inflamatório e, no dia seguinte, fiz a ressonância. Tive um estiramento no tendão. Graças a Deus, não vai precisar de cirurgia. Vou ter que andar de muleta alguns dias, tô com uma joelheira superfashion, horrorooosa. Mas vai passar.

Quando volta a gravar?
Só na semana que vem. A sorte foi que tinha folga nesta semana. Mas já estamos fazendo planos, já estão preparando sofá, poltrona, para eu gravar na primeira semaninha. O médico disse que, se cuidar nos primeiros dias, consigo ficar boa logo. Eu disse: "Tudo bem, vou ficar boazinha".

0 comentários:

Postar um comentário