Páginas

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Empreitada inédita renova Ana Hickmann










Alçada ao posto estrela maior da Rede Record ao assumir em julho o dominical Tudo é Possível, Ana Hickmann (28) é, ela mesma, prova de que nada é impossível quando o talento fala mais alto. Esse foi apenas mais um degrau alcançado pela gaúcha que aos 15 anos deixou Santa Cruz do Sul com o sonho que transformou em sólida carreira. Após conquistar passarelas internacionais, ela ganhou o carinho dos telespectadores brasileiros, que desde agosto de 2005 a têm no matinal diário Hoje em Dia - com Chris Flores (31), Edu Guedes (33), Britto Jr. (46) e Celso Zucatelli (36). Com sua imagem carismática e confiante, Ana tornou-se uma bem-sucedida empresária, com diversos produtos licenciados com sua marca. A escalada é não apenas acompanhada pelo seu marido há 11 anos, Alexandre Corrêa (35), como gerenciada por ele, que atua como seu empresário. Coroar o casamento com um filho? "Já conversamos muito sobre isso, mas sempre colocamos outras coisas na frente. Pensamos na empresa, na marca...", diz Ana. Seguindo tal lógica, a família deve demorar para aumentar. Em 2010, ela ganhará mais um programa na Record, a versão brasileira do reality show Project Runaway, contenda entre aspirantes a estilistas já na 6ª temporada nos EUA no comando da top alemã Heidi Klum (36).

Durante a estada na Ilha de CARAS, Ana festeja ainda a renovação do contrato com a Record até 2017. "Ficarei na emissora até meus 85 anos", brinca ela, que chegou para vencer. Desde a estreia, em julho, ela obtém média de 8 pontos no Ibope e disputa minuto a minuto a vice-liderança com a emissora de Silvio Santos (78), enfrentando a própria antecessora no Tudo é Possível, Eliana (35) - que era dona dessa posição na audiência das tardes de domingo desde setembro de 2006 -, com programa homônimo, e Celso Portiolli (42), do Domingo Legal. "Precisamos de um dia inteiro para gravar o Tudo é Possível. São diversos quadros e convidados", explica ela, que reserva segundas e terças para o Hoje em Dia. "Chego em casa cansada, mas não consigo parar de falar, pois amo meu trabalho."


Com a energia renovada após o passeio a Angra, Ana, que desfilará como destaque da Grande Rio pela 2ª vez, brilhou no evento de escolha do samba-enredo, e já prometeu ser assídua da ponte-aérea SP-Rio para participar dos ensaios. "Faço exercícios aeróbicos, musculação e cuido da dieta. Tenho de me preparar para o carnaval. Mas a melhor malhação é sambar mesmo", define, mesclando insuspeito lado passista à disciplina de top model. "Meu marido não tem ciúmes. Ele sabe que, se eu tiver de usar uma fantasia pequena, faz parte do processo."


- Está feliz por pilotar o Project Runaway brasileiro?

- É o projeto dos meus sonhos. Admiro a Heidi Klum e, olha que coincidência, éramos amigas na época em que fazíamos juntas comerciais para a Victoria's Secret, em Nova York.


- Qual o maior desafio ao encarar o Tudo é Possível?

- Todos. O Hoje em Dia já era a extensão da minha casa. Pois 'a casa' quadriplicou. Há uma plateia enorme, o palco é gigantesco e 'seguro' sozinha. A tensão e a adrenalina são fortes, mas está uma delícia. Nunca pensei que tão cedo teria a oportunidade de estar no ar aos domingos, entre tanta gente boa, como Silvio Santos, Faustão e Gugu. Tem sido uma escola.


- Sentiu-se pressionada ao substituir Eliana, que mantinha o programa na vice-liderança?

- Não. O formato é ótimo e Eliana apresentava muito bem. A maior pressão, que prefiro chamar de desafio, é o aprendizado. É conquistar o público do domingo.
- Teme comparações?
- Também não. A comparação é inevitável. A crítica sempre a fará. Mas meu maior juiz é mesmo o público. A minha responsabilidade é com o pessoal que está em casa.


- Como você reage a críticas?

- O problema não são as críticas, mas 'notícias' como as que criaram quando estreei, de que havia seguranças na porta do estúdio para ninguém entrar e ver meus erros. Mas me alegra ter a opinião de quem entende de TV. Ajuda a corrigir os defeitos.


- Abandonará a moda de vez?

- Deixei de trabalhar para outras grifes em prol da minha marca. Tenho produtos, como óculos, jeans e bolsas licenciados. No fundo, você não se desliga da moda.


- Está gostando da Ilha?

- Aqui é silencioso, uma delícia. Poderia ficar mais tempo, né?


-Vocês planejam filhos?

- Sim, mas não tão cedo. Já conversamos sobre isso, mas sempre colocamos outros assuntos na frente. Queremos crescer juntos.


- Se sente realizada?

- Sim. Profissional e pessoalmente. Alcancei e até superei todos os meus objetivos. Fazer TV, por exemplo, nunca foi um plano. Aconteceu. E deu muito certo.

1 comentários:

rupelstinksin disse...

Comprarei a minha amanhã mesmo o/

Postar um comentário